Há algumas semanas atrás eu fiquei sabendo que a Microsoft disponibilizou para download um versão “Developer Preview” do Windows 8 (download aqui: http://msdn.microsoft.com/en-us/windows/apps/br229516 LINK DESATUALIZADO, o developer preview não está mais disponível para download), dês de então eu to com a iso aqui e hoje eu finalmente instalei no meu notebook e passarei aqui minhas primeiras impressões.

Quando você inicia o Windows 8 pela primeira vez há um passo a passo pra configurar usuário, rede e etc, de cara você já percebe as mudanças para tornar o Windows 8 mais amigável a utilização por touchscreen já que essa versão é voltada não só a PCs mas a tablets tambem.

Depois do passo a passo você estará no menu iniciar (imagem acima), que chamarei só de iniciar daqui pra frente, ai temos mais uma grande mudança, o menu iniciar não é mais um menu (pelo menos não como estamos acostumados), ele ocupa a tela inteira e tem grandes quadrados que cada um é um link para um programa, muito parecido com o windows phone 7, na verdade os dois utilizam a nova interface gráfica “Metro” criada pela Microsoft.

Outra grande mudança é nos aplicativos desenvolvidos exclusivamente para o Windows 8, que funcionarão sempre em tela inteira (ou quase sempre, comentarei sobre isso no fim do post), também como acontece no windows phone e muitos outros sistemas operacionais para dispositivos portáteis, mas também há suporte aos aplicativos dos Windows anteriores, em janelas como conhecemos, acessando o iniciar e indo no link “Desktop” chegamos na área de trabalho como conhecemos, muito parecida com o Windows 7 e é aqui que aparecem os aplicativos que abrem em janelas:

No “Desktop”, ao clicar no botão do Menu iniciar voltamos para o iniciar em tela inteira da primeira imagem. Outra maneira de chegar no iniciar é chegar com o mouse no canto inferior esquerdo da tela, abrindo um pequeno menu (depois falarei sobre as outras opções do menu) e algumas informações como estado a bateria, rede e hora (esse menu pode ser acessado não importa onde você esteja).

O windows explorer ganhou uma barra superior no estilo das barras utilizadas pelos offices 2007 e 2010, nessa barra podem ser acessadas várias opções como modo de visualização, mostrar arquivos ocultos, compartilhamento, ela também muda as opções de acordo com a pasta que você está ou o arquivo que você selecionou (por exemplo quando você seleciona uma imagem aparece uma aba com opção de rodar a imagem, iniciar apresentação de slides ou configurar a imagem como papel de parede), mas no mais ele continuou muito parecido com os windows explorer dos Windows 7 e Vista.

Caso você ache que a barra superior ocupa muito espaço ela poder ser ocultada dando um clique duplo na aba aberta:

O painel de controle ainda está meio confuso, existe um painel igual ao do windows 7, mas também há uma uma opção “Control Panel” no iniciar e uma opção “Settings” no menu acessado pelo canto da tela:

Painel de Controle “Tradicional” com todas as configurações:

Painel de Controle acessado pelo iniciar, só há algumas configurações, a ultima opção (“More Settings”) abre o Painel de Controle “tradicional” no desktop:

Já a opção settings no menu do canto da tela acessa algumas configurações rápidas como redes wireless, brilho da tela, notificações, desligar o computador e etc:

As outras opções do menu do canto da tela são:

Devices, aqui aparecem opções relativas a dispositivos conectados ao computador, no meu só apareceu a opção de conectar a um projetor, nem quando eu conectei uma pendrive apareceram outras opções, espero que na versão final eles melhorem isso.

Share, abre opções de compartilhamento de acordo o aplicativo aberto, por enquanto a unica opção que me apareceu foi “Share a screenshot” que tira um print screen e publica no facebook, mas não funcionou comigo pois o não consegui fazer login pelo aplicativo “Socialite” que é o aplicativo de acesso ao facebook que veio com o windows.

Search,abre uma barra lateral com varias opções de busca, é possível buscar aplicativos, configurações, arquivos e em aplicativos com suporte a tal:

Outra mudança, na minha opnião muito bem vinda, foi no Gerenciador de tarefas, a primeira inpressão quando eu dei um CRTL+SHIFT+ESC no Windows 8 foi que eles tinham feito um gerenciador de tarefas pior que o do windows 98:

Mas ao clicar em “More details” eu vi que na verdade eles deram uma incrementada generosa no Gerenciador de tarefas:

Na aba “Processes” podemos ver todos os processos, seu status e seu uso de CPU, memória, HD e rede, e os processos são classificados em “Applications”, “Background Processes” e “Windows Processes”:

Na aba “Perfomance”, podem ser vistos Gráficos e informações sobre a CPU, a memória, o HD e a rede:

Na aba “App history” vê se informações históricas de aplicativos sobre uso de CPU, memória, HD e rede, mas só funciona com aplicações preparadas para armazenar essas informações.

Na aba “Startup”, você pode desativar aplicações que iniciam com o windows.

Na aba “Users” ele mostra os usuários logados e seus respectivos usos de CPU, memória, HD e rede.

A aba “Details” é pra quem não gosta muito de mudanças, ela mostra os processos de maneira parecida ao Gerenciador de tarefas dos Windows 7, Vista e XP.

E na ultima aba “Services” há uma lista de todos os serviços,  o numero do processo de cada um e o status, e é possível para-los e inicia-los.

Esta versão veio com vários aplicativos feitos exclusivamente para o windows 8, a maioria ainda tem muitos bugs, há um aplicativo para o twitter (o “Tweet@rama”), um para o facebook (o “Socialite”), uma versão do paint adaptada (o “paintplay”) alguns joguinhos e etc, eu ainda não descobri como fechar estes aplicativos, não há botão de fechar e ALT+F4, ESC, Backspace, nada funciona, só encerrando o processo no Gerenciador de tarefas, estes aplicativos são muito voltados para a interface touchscreen (já que o windows 8 é para tablets também) o que torna, em alguns momentos, difícil o uso com mouse.

Também há uma maneira de dividir a tela entre esses aplicativos, mas ainda não deve estar totalmente implementada pois eu quase não consegui fazer isso:

Vale também lembrar que a Microsoft promete que  o Windows 8 será mais leve que o 7, requirindo apenas 1GB de RAM na versão 32bits e 2GB de RAM na versão 64bits, e também que eles estão fazendo um grande esforço pra reduzir o tempo de inicialização, mesmo na versão pre-beta já percebe-se resultados desse esforço. Com certeza esse windows vem pra mudar muita coisa, mas não acredito que vá fazer sucesso, não só pela tradição da Microsoft de alternar ente versões boas e ruins do Windows, ele é um sistema que vem numa época de transição entre os notebooks e os tablets e é o primeiro a tratar os dois como igual, a Microsoft com certeza aprenderá muito com essa versão e daqui a uns anos, quando o hardware dos tablets tiver evoluído a Microsoft poderá fazer um sucessor para o Windows 8 que aposentará os notebooks de vez, mas para o 8 não espero muito, mas como sempre a gente pode se surpreender…

  • Twiddy

    Muito bom o Review 😉 , espero que 2012 chegue rápido *-*